Ministério Público da União Intranet
Sobre o MPT Fale Conosco
Livro conta história de 20 anos do combate ao trabalho escravo

Oct 31, 2014

Procurador-geral do Trabalho, que atuou no MPT de MS, participou do lançamento


Campo Grande – A Comissão Permanente de Investigação e Fiscalização das Condições do Trabalho de Mato Grosso do Sul e o governo estadual lançaram na quinta (30) o livro "Memorial da Comissão Permanente de Investigação e Fiscalização das Condições do Trabalho de MS – 20 anos de história". O evento foi realizado no auditório da Governadoria, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. O procurador-geral do Trabalho, Luís Camargo, participou da solenidade.

O coordenador da Comissão Permanente, Maucir Pauletti, abriu o evento destacando o lançamento como momento histórico para todos que fizeram parte da entidade ao longo dos mais de 20 anos de atuação. Segundo ele, foi a dinâmica de somar forças que resultou na Comissão existente hoje, integrada por 41 entidades. Maucir mencionou situações difíceis, como sabotagens dos veículos usados durantes as inspeções e a dificuldade de acesso aos locais das denúncias. "A realidade era difícil, resgatar essa história era o objetivo do livro", destacou.

Luís Camargo contou um pouco dessa história da atuação da Comissão. Em 1993, ele chegou ao estado com o desafio de estruturar o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS), criado nesse mesmo ano, e de enfrentar o trabalho infantil nas carvoarias. Camargo acompanhou a comissão desde o início de sua criação e lembrou, durante a solenidade de lançamento, como experiência exitosa de combate ao trabalho infantil na zona rural, o surgimento do programa social então Vale Cidadania, criado em 1995, no município de Ribas do Rio Pardo, para erradicar essa prática nas carvoarias da região.

História – A Comissão Permanente de Investigação e Fiscalização das Condições do Trabalho de MS (CPIFCT/MS) é um fórum formado por entidades governamentais e não governamentais com objetivo de contribuir para a melhoria das condições de vida dos trabalhadores em Mato Grosso do Sul. Foi instituída em 1993, em decorrência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), criada em junho de 1991 pela Assembleia Legislativa do Estado, para apurar as denúncias de exploração dos trabalhadores indígenas no corte de cana nas destilarias.

Memorial – O livro, organizado por Maucir Pauletti, tem 271 páginas e é resultado dos 20 anos de luta contra irregularidades trabalhistas no estado. O livro se divide em três partes: a primeira reúne a história da criação e atuação da Comissão, a segunda contém a opinião e experiência dos protagonistas da história da entidade, trabalhadores, autoridades e colaboradores, e a terceira parte contempla a expressão científica dos especialistas e estudiosos em direito laboral sobre os temas que estiveram em debate durante os 20 anos de história da Comissão.



Informações:
MPT em Mato Grosso do Sul
(67) 3358-3034
www.prt24.mpt.gov.br

Documentos relacionados